sábado, 7 de agosto de 2010

Versos: Era uma vez...



Era uma vez
Uma bike
Que eu tinha
Que era minha...
Que rodava comigo
Mundo a fora
Despretenciosa

Porque não tinha porque
Porque não tinha como
Porque não tinha nada a fazer
a não ser andar de bike
sem pretensão alguma.

Pois não sabia
Aquilo o que era
Só sei que viajava
E achava bonito
Pedalar, sem cessar
Sem cansar

Sem sair do lugar
Ir a todo lugar
Até chegar no fim
(do sonho)

5 comentários:

Trocando ideias - Espaço Mulher disse...

Lindo verso!
Bom fim de semana!
Bjss

Oficina Chic disse...

Lindos versos :)
Beijos, Gabi

Stéphanie disse...

Lindo esse poema ...

Bjj

http://tvfabulous.blogspot.com/

Pitanga doce! disse...

Olá flor!
Aqui sempre tem coisas lindas!
Que foto!
Que texto!

Ameiiiii.

Bjus...s

Alessandra disse...

Lindo texto...

Bjinhos

Postar um comentário